Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Cientista chinês diz ter criado bebês geneticamente modificados - Gospel Rio


No comando: NON STOP MUSIC

Das 00:00 às 24:00

No comando: CAFE COM BENÇÃO

Das 10:00 às 11:30

No comando: CONEXÃO VIDA

Das 12:30 às 14:00

No comando: INTERLIGADOS

Das 13:00 às 14:30

No comando: REVOLUTION

Das 16:00 às 17:00

Cientista chinês diz ter criado bebês geneticamente modificados

O cientista chinês He Jianku, da cidade de Shenzhen, afirmou nesse domingo (25) ter criado os primeiros bebês geneticamente editados. Ele fez o anúncio através de um vídeo postado no Youtube. Embora não haja confirmações sobre seu experimento, ele está sendo duramente criticado por outros cientistas.

“As gêmeas nasceram há algumas semanas e tiveram seus DNAs alterados para prevenir a infecção por HIV”, afirmou. As modificações foram feitas durante os tratamentos de fertilidade de sete casais, nos quais todos os homens são HIV positivos. Somente uma gravidez foi consolidada. O método usado se chama CRISPR-cas9, uma espécie de imunização bacteriana.




 

Apesar de revolucionário, há riscos consideráveis, já que outros genes podem ser alterados de forma involuntária. As mudanças feitas em espermas, óvulos ou embriões são transmitidas também para as gerações futuras.

Sobre os bebês

As meninas, cujos nomes não foram revelados, nasceram de fertilizações in vitro, mas usando um óvulo que foi anteriormente modificado. Os pais, que preferem o anonimato,  não darão entrevistas. As imagens dos bebês também não foram divulgadas.

“Sinto uma grande responsabilidade de, não apenas fazer uma primeira modificação genética em embriões, mas também torná-la um exemplo. A sociedade decidirá o que fazer a seguir: permitir ou proibir”, disse o cientista. Mas sua atitude independente foi condenada pelos colegas do meio científico.

De acordo com a Associated Press, vários especialistas defenderam que os testes realizados até agora são insuficientes para dizer que a experiência funcionou. Para eles, não há como saber ainda se haverá danos, somente o tempo dirá. Embora já tenham percebido evidências de que a modificação genética foi incompleta e que, pelo menos uma delas parece ter uma “manta de retalhos de células” sujeitas a várias mudanças.

Sobre o cientista

He Jiankui estudou nas universidades de Rice e Stanford, nos Estados Unidos, antes de regressar à sua terra de origem para abrir um laboratório na Universidade de Ciência e Tecnologia do Sul da China, em Shenzhen. O cientista também é proprietário de duas empresas de genética.

A universidade onde o cientista trabalha disse que ele está de licença e que a experiência foi feita fora dos seus laboratórios, sendo uma séria violação de normas éticas e acadêmicas.

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

Mural de Recados

danio
quarta-feira, nov 21. 2018 9:58 AM
ta de parabéns

1
Deixe seu recado

Para deixar seu recado preencha os campos abaixo:

Para:  
E-mail não será publicado
(mas é usado para o avatar)

Votação

O que achou do nosso site